quarta-feira, 24 de outubro de 2007

VANISHING POINT



por Quatermass


Saudosista como sou, agora vamos falar de carro. Corrida contra o Destino (Vanishing Point – 1971) é um baita filme. Para quem não conhece, a história: um sujeito desajustado tenta levar um Dodge Challenger para a Califórnia. No entanto, desrespeita as leis de trânsito e desafia a polícia, passando a ser perseguido.

Filme típico dos início dos anos setenta, vai direto contra as instituições. Critica a sociedade e, principalmente, questiona até que ponto um indivíduo é considerado socialmente desajustado ou herói, quem é a vítima e quem é o algoz.


Recebe o apoio de um DJ negro e cego de uma rádio local. O motorista passa a ser o transgressor do
status quo; o radialista, o elemento subversivo que divulga e apóia a transgressão. Aos dois será aplicado o castigo da sociedade americana branca e moralista. No entanto, o final do filme foge à regra comum dos finais felizes (e infelizes), chega a ser mais perturbador (senão desafiador) que o filme inteiro.




Procure entender o título original em inglês (pois a tradução em português não tem nada a ver) com a seqüência inicial. Tái um bom filme, que questiona e incomoda, mas visualmente é deslumbrante, pois aquele Dodge é muito bonito.


Essa postagem vai com um abraço especial para o nosso amigo MrOx. Valeu!



2 comentários:

thintosecco disse...

Como a Fê do Vintage69 nos autorizou a repostar algum material de lá, aí vai um comentário dela sobre a trilha sonora do filme de Vanishing Point:

O tema do Globo Repórter se chama Freedom of Expression. É com certeza a melhor canção dessa coletânea. Foi gravado por um grupo chamado J.B.Pickers para o filme Vanishing Point (Corrida Contra o Destino). A música fez um sucesso danado aqui no Brasil e ninguém nunca conseguiu descobrir essa tal banda chamada J.B.Pickers pelo simples motivo dela jamais ter existido! Creio que você esteja se perguntando como isso é possível. No meu antigo blog escrevi um longo artigo sobre o assunto. No futuro posto tudinho aqui. Não estou a fim de escrever tanto e creio que vocês também não estejam a fim de ler também...rs
Sendo sucinta, J.B.Pickers é um nome fictício utilizado exclusivamente na gravação de duas faixas para a trilha sonora do já citado filme The Vanishing Point. Quem foram os músicos que a executaram? Ninguém sabe! O que é uma pena. Adoraria saber quem são porque os caras tocavam demais! Mas sabemos o seu autor: Jim Bowen. O tema do Esporte Espetacular seguiu o mesmo caminho. Se chama Hyde Park gravada por um tal de Carnaby Street Pop Orchestra and Choir. Andei pesquisando atrás do grupo. E adivinhem? Não achei nada! A não ser duas canções. Hyde Park "colou" mesmo aqui no Brasil. Ou seja, mais uma canção executada por excelentes e desconhecidos músicos de estúdio.
É isso!

(valeu mana)

Malva disse...

Oi achei uma coisa muito legal.
Dêem uma olhadinha no meu Blog.
Lá tem uma matéria muito boa sobre essa banda que nunca existiu!
Abraço
Daniel Malva

Related Posts with Thumbnails