domingo, 31 de dezembro de 2017

FELIZ ANO NOVO !


terça-feira, 26 de dezembro de 2017

A PERSISTÊNCIA





 por Tinto Seco


Mais um final de ano, aquela época dos balanços, das retrospectivas e de confrontar a verdade do insucesso de vários propósitos que tínhamos para o ano. E se não consigo realizar projetos em relação à família, ao trabalho, ao estudo, aos amigos, etc., imagine o que sobra para o blog ?!  


Sempre que volto aqui, me pergunto se manter o blog é persistência ou teimosia. Mas continuo pensando que vale a pena mantê-lo, ainda que postar no blog seja como "lançar garrafas ao mar",  comparação que fiz tempos atrás.


O tempo passa e este blog já completou dez anos. De 2007 para cá, posso afirmar que "o mar mudou". Bem, não é tanto a internet que ficou diferente, mas a maneira como as pessoas a utilizam. Me percebo saudosista dos tempos em que realmente "navegávamos" na rede - ainda com lentíssimas conexões discadas - "explorando novos sites e descobrindo novas mídias". Faço aqui uma paródia com Jornada nas Estrelas para ressaltar essa época quase romântica.





Hoje vivemos na ditadura das redes sociais e parece que a realidade se resume ao que está presente no facebook. Isso pode ser preocupante, já que no "face" o que mais circulam são banalidades, quando não coisa pior, muito embora tenha o seu valor quando se trata de contatar pessoas.


Os blogs já tiveram sua era de ouro, ela passou e muitos blogueiros abandonaram total ou parcialmente seus "barcos". Aqueles que persistem prestam um serviço importante, é o que penso. Louvo o trabalho de caras como o Eudes Honorato com o seu Rapadura Açucarada - uma referência pra muita gente - e o Carlos, do Cine Space Monster. Sempre dou uma conferida nas postagens deles e volta e meia curto algum filme ou scan.


Vejo um certo paralelismo entre os blogs e os livros. Seu valor não pode ser medido por quantidade de visualizações. Neles, a qualidade é o que interessa, é o que os mantém vivos e dá a medida de sua importância. Aqui entra a relevância da palavra escrita e repito uma afirmação do escritor e quadrinhista Neil Gaiman: "NOSSO FUTURO DEPENDE DE BIBLIOTECAS, DE LEITURA E DE SONHAR ACORDADO".


Amigos, se queremos um país melhor, uma cidade melhor, um mundo melhor, primeiro é preciso imaginar isso ! Desculpe se sou óbvio, mas o primeiro passo para mudar uma realidade, é sonhar com uma realidade diferente. E agora pergunto, caras pálidas, como é que está a imaginação dos nossos jovens ?  Acho que a leitura é algo muito mais importante do que parece à primeira vista. E não falo meramente do estudo de livros didáticos ou técnicos, mas de ficção. Melhor, boa ficção.






Recomendo a leitura da palestra do Gaiman - da qual tirei a frase acima - que foi traduzida e postada há alguns anos no blog INDEXADORA, neste link.


Por tudo isso, os blogs - e os livros - devem persistir. E, afinal, o que distingue o persistente do teimoso ? Creio que é a sabedoria, coisa que se adquire também com o tempo. Então não se angustie com o tempo, dito perdido, quando se pensa em recomeçar.


Amigos, desculpem a falta de uma postagem de Natal. Que Nosso Senhor Jesus Cristo abençoe a todos ! Desejo pra todo mundo um ótimo 2018, com saúde, paz, amor, prosperidade e sucesso !  

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

INVENCÍVEIS ROYAL




 

por Thintosecco 
(apoio: Quatermass e Rosane V.)


(postado originalmente em 18.11.2010)

 

No distante ano de 1966 a televisão ainda era em preto e branco e a pouca tecnologia da época requeria dos produtores/diretores maior criatividade, especialmente nas obras de ficção.

 Na falta da hoje abundante computação gráfica, nos anos 50/60/70 foram utilizadas diversas técnicas, como o stop motion, animação, maquetes e trucagens diversas. Inclusive marionetes, caso de diversas produções do inglês Gerry Anderson. O mais famoso de seus seriados foi, é claro, Thunderbirds (1965), já comentado aqui no blog. 




Porém naquele tempo já haviam estratégias de marketing. E Thunderbirds chegou ao Brasil com outro nome: Invencíveis Royal. O nome foi criado aproveitando a sigla de International Rescue, a organização dos Thunderbirds. 




Entretanto, o patrocinador investiu na campanha com algo mais. A meninada da época podia reunir embalagens dos produtos da marca e, mediante remessa a uma caixa postal no Rio de Janeiro, receber em resposta... o título de Invencível Royal! 




Esse título vinha certificado em uma carta firmada por um certo Marechal Kosmos . É claro que este personagem não consta no universo dos Thunderbirds, mas... e daí? Esta carta ou "título", vinha acompanhada de mais alguns item curiosos: um bottom (o distintivo de "Tenente Espacial"); a carteirinha de Invencível Royal, inclusive com número de matrícula; o código dos Invencíveis, com o respectivo disco para decifrar; e o envelope azul que continha esses itens reservava ainda uma surpresa: transformava-se no "quepe" dos Thunderbirds. 







Mas onde queremos chegar? O interessante é que, para nossa surpresa, descobrimos na semana passada que uma querida colega/amiga nossa, a Rosane, foi uma "Invencível Royal". E o mais incrível: guardou esse material com carinho por mais de quatro décadas, para prontamente nos emprestar para esse post especial. 

Fica assim, para o conhecimento dos mais novos e para o saudosismo dos mais antigos, o registro daquela época mais simples e romântica, quando a gurizada achava o máximo um seriado produzido com marionetes. Aliás, ainda hoje achamos os Thunderbirds muito bons!

O tempo é mesmo um fenômeno poderoso, que muitas vezes vemos como inimigo. Mas ele também é capaz de transformar coisas singelas em verdadeiras relíquias. 

Por fim, agradeço ao prof. Quatermass, que reconheceu o valor e providenciou a digitalização dessas raridades. Valeu. Ficaram com vontade de rever os Thunderbirds? Ficam então os links, inclusive de postagens neste blog. E o tradicional "videozinho". Saudações!


Related Posts with Thumbnails