domingo, 3 de agosto de 2008

STARFLEET PROJECT



por Thintosecco



Quem acessou o blog nas duas últimas semanas possivelmente tenha ficado curioso sobre um vídeo que esteve na TV Retrô onde aparecia uma animação com bonecos num cenário sci-fi, incluindo um robô transformer, com jeito de japonês. Fiquei, portanto, na obrigação moral de dizer alguma coisa sobre aquele clipe.



Lembro de Starfleet como um clipe de um álbum solo do guitarrista Brian May (mais conhecido pelo trabalho na banda Queen) e que foi exibido por aqui lá por 1984, em antigos programas de vídeo-clipes como o Clip Clip da Rede Globo ou o FM TV da antiga Rede Manchete. E, na minha lembrança, os bonecos que aprecem no clipe tinham sido criados especialmente para o vídeo.



Mas estava enganado. O tal seriado com bonecos realmente existiu, sendo mais conhecido pelo nome de X-Bomber, e impressionou o May, ao ponto de querer regravar o tema do seriado. O fato resultou num álbum pequeno, mas muito especial, o Starfleet Project. Indo direto à fonte, deixo com vocês as palavras do próprio autor, o guitarrista Brian May:


STOP! Este não corresponde ao padrão normal de álbum. Não é um álbum cujas músicas tenham sido compiladas conscientemente por uma banda coordenada após uma longa e equilibrada experiência de audição das mesmas. Não é um álbum do Queen. Não é um álbum solo do Brian May. É o registo de um evento único.

Nos dias 21 e 22 de Abril de 1983, cinco músicos de diferentes experiências, que apenas se conheciam previamente na condição de amigos casuais, tocaram juntos pela primeira vez, puramente por diversão. Espero que, ao ouvir este disco, partilhe a sensação de excitação que nós sentimos ao gravá-lo.



STAR FLEET é a música-tema de um seriado de desenhos animados de ficção científica transmitido na Inglaterra para crianças de todas as idades, que inclui visuais japoneses e banda sonora inglesa, da autoria de Paul Bliss.




Os heróis da série pilotam veículos espaciais que se unem entre si, formando um robô gigante próprio para as batalhas terrestres.
Os ET's têm enormes naves similares a insetos, de onde surgem outras máquinas de guerra voadoras menores. Tanto os heróis como os ET's pretendem tomar posse do segredo do F Zero One...


Tendo sido introduzido nesta realidade pelo meu filho, fiquei igualmente obcecado com tudo e tive a idéia de fazer uma versão hard rock do tema principal da série. Uns meses depois, estava em Los Angeles com tempo livre. E descobri que quatro músicos com quem há muito pretendia tocar estavam na mesma cidade, à distância de um telefonema. Para minha surpresa, adoraram as idéias que eu tinha. Assim, enchi-me de coragem, aluguei um estúdio, e lá fomos nós. Nenhum de nós tinha feito algo do tipo antes - não havia nenhuma companhia por detrás, não haviam planos para lançamento do álbum, não havia nenhuma organização de base a apoiar-nos, só havíamos nós. Tudo por diversão.

Em STAR FLEET, gravada no primeiro dia, pode pressentir uma espécie de sensação de alegria nervosa: a nova situação em que nos encontrávamos produziu um estranho e diferente tipo de energia entre nós. Em LET ME OUT (uma antiga canção da minha autoria que encontrou uma nova vida) e em BLUES BREAKER, que foi puramente espontânea, pode ouvir um grupo de pessoas muito mais relaxadas, desfrutando a inspiração provocada pelo estilo e técnica de cada um...

Eu podia ter mantido as fitas guardadas numa gaveta , como uma gravação privada de uma das melhores experiências da minha vida. Mas as poucas pessoas a quem eu fiz ouvir as fitas imploraram para que fossem lançadas e, na verdade, ficarei muito feliz se outras pessoas conseguirem desfrutar disto da mesma maneira que eu o fiz.


Tentei moldar STAR FLEET em algo semelhante a um "álbum convencional". Agradeço ao ROGER (Taylor) pela ajuda que me deu nos vocais dos coros. Mas acabei por não mexer em nada mais da gravação original. O resto é apenas um mixing nu e cru.

Em BLUES BREAKER pode-se "ouvir" os nossos risos à medida que encontramos novas respostas. No último solo de LET ME OUT, Edward (Van Halen) tortura a corda mais aguda da guitarra até à sua morte audível, e depois percorre as outras cinco cordas com naturalidade. Os outros pormenores deixarei para a sua imaginação. Não é difícil perceber quem tocou o quê!

Obrigado! Desfrutem disto!

Brian May, Agosto de 1983.


Recomendo muito que ouçam o álbum Starfleet Project, que pode ser encontrado nesta postagem do blog Caverna do Som.

Há muito a ser dito sobre o Brian May (e sua incrível guitarra Red Special) e também sobre a banda Queen. Mas vou deixar para outra ocasião, porque sei que tem bastante gente interessada em conferir o seriado.

Ficam então o clipe de Starfleet e os primeiros seis minutos do seriado X-Bomber, também conhecido como Starfleet. Mas procurem mesmo ouvir o álbum, que inclusive tem a versão integral do tema Starfleet,com oito minutos de duração! Valeu.








Alguém quer mais do robozão de Star Fleet (X-Bomber) e das guitarras do Brian May e do Eddie Van Halen? Tá bom. Vai uma canja.



1 comentários:

lordlancaster disse...

Um toque: a série foi criada por Go Nagai, o mesmo criador de "Pirata do Espaço", que passava na rede manchete. ;)

Related Posts with Thumbnails