sexta-feira, 25 de abril de 2008

OS SERES DO AMANHÃ




por Thintosecco



Como serão as pessoas de amanhã? Serão mutantes? Serão, quem sabe, seres geneticamente modi- ficados, verdadeiros transgênicos humanos, dotados de super-poderes além da imaginação? A ficção nos apresenta esses seres, descendentes nossos, situados num futuro mais ou menos próximo, com capacidades extraordinárias: X-Men, Heroes, super-heróis... Temos até mutantes nacionais em novela na tevê! Será que o futuro nos reserva algo assim?


O desenvolvimento tecnológico alcançado no último século insiste em nos mostrar que tudo – ou quase – é possível para a espécie humana. Então, de nada se duvida. Mas é saudável desconfiar de algumas coisas.


Não duvido do potencial das crianças de hoje e do futuro, mas da sociedade que legamos para elas. A semente é tudo, mas se tiver terra, água, ar e sol. E o que a sociedade atual – a brasileira, especialmente – tem a oferecer às novas gerações? A educação – em casa e na escola - como vai? Vamos pensar nisso.



Os Seres do Amanhã (The Tomorrow People, no original) foi um seriado inglês dos anos 70, que passou no Brasil inicialmente pela Globo. Nos anos 80 foi reprisado em Porto Alegre pela TV Guaíba.


O argumento é baseado no surgimento de jovens dotados de poderes psíquicos especiais – que afloram no início da adolescência – mas que necessitam da ajuda de seus semelhantes para sobreviver. Caso contrário, poderiam ser confundidos com doentes mentais ou cair em mãos inescrupulosas.


Os Seres do Amanhã são perseguidos, especialmente pelos militares, que pretendem usar seus poderes – telepatia, telecinesia, clarividência e outros – como armas.


Porém, esses jovens especiais contam com uma ajuda incomum: uma espécie extra-terrestre, que deixa na Terra um supercomputador, TIM, capaz de ajudá-los a se organizarem e defenderem-se mutuamente. Através de um cinto especial, TIM também proporciona aos Seres do Amanhã a amplificação de seus poderes e o tele-transporte.


As histórias eram irregulares e o seriado tinha, é claro, as limitações de uma produção feita para o público infantil. Mas não deixava de ser muito interessante. A abertura é cult, inclusive pela música, bem diferente dos padrões da época.



Fica o vídeo e a reflexão do início deste post. Vamos cuidar das próximas gerações – com amor, mas com uma boa educação também – ou vamos esperar que algum fenômeno evolutivo dê origem no futuro a pessoas melhores e mais capazes, para que reparem o mundo que vamos lhes deixar? Mas..puxa vida! Agora lembrei que até os X-Men precisam do Xavier, que é um... professor!



3 comentários:

Vitroncio disse...

Bah, meu... eu lembro dessa série. Principalmente na introdução, que tinha a mão que abria, primeiro devagar, depois mais ligeiro, uma música meio sinistra, a imagem reticulada... mto show...

Vitroncio disse...

No link que segue, da homepage do compositor (Dudley Simpson), o tema de abertura d série.
http://www.dudleysimpson.com/music_samples.htm

thintosecco disse...

Valeu, meu velho! Baita dica! Então, pra quem quiser baixar o enigmático tema dos Seres do Amanhã, é só seguir o link do Vitroncio, e ir ao último item da página: The Tomorrow People - Theme (Long Version)!

Related Posts with Thumbnails