terça-feira, 5 de dezembro de 2017

INVENCÍVEIS ROYAL




 

por Thintosecco 
(apoio: Quatermass e Rosane V.)


(postado originalmente em 18.11.2010)

 

No distante ano de 1966 a televisão ainda era em preto e branco e a pouca tecnologia da época requeria dos produtores/diretores maior criatividade, especialmente nas obras de ficção.

 Na falta da hoje abundante computação gráfica, nos anos 50/60/70 foram utilizadas diversas técnicas, como o stop motion, animação, maquetes e trucagens diversas. Inclusive marionetes, caso de diversas produções do inglês Gerry Anderson. O mais famoso de seus seriados foi, é claro, Thunderbirds (1965), já comentado aqui no blog. 




Porém naquele tempo já haviam estratégias de marketing. E Thunderbirds chegou ao Brasil com outro nome: Invencíveis Royal. O nome foi criado aproveitando a sigla de International Rescue, a organização dos Thunderbirds. 




Entretanto, o patrocinador investiu na campanha com algo mais. A meninada da época podia reunir embalagens dos produtos da marca e, mediante remessa a uma caixa postal no Rio de Janeiro, receber em resposta... o título de Invencível Royal! 




Esse título vinha certificado em uma carta firmada por um certo Marechal Kosmos . É claro que este personagem não consta no universo dos Thunderbirds, mas... e daí? Esta carta ou "título", vinha acompanhada de mais alguns item curiosos: um bottom (o distintivo de "Tenente Espacial"); a carteirinha de Invencível Royal, inclusive com número de matrícula; o código dos Invencíveis, com o respectivo disco para decifrar; e o envelope azul que continha esses itens reservava ainda uma surpresa: transformava-se no "quepe" dos Thunderbirds. 







Mas onde queremos chegar? O interessante é que, para nossa surpresa, descobrimos na semana passada que uma querida colega/amiga nossa, a Rosane, foi uma "Invencível Royal". E o mais incrível: guardou esse material com carinho por mais de quatro décadas, para prontamente nos emprestar para esse post especial. 

Fica assim, para o conhecimento dos mais novos e para o saudosismo dos mais antigos, o registro daquela época mais simples e romântica, quando a gurizada achava o máximo um seriado produzido com marionetes. Aliás, ainda hoje achamos os Thunderbirds muito bons!

O tempo é mesmo um fenômeno poderoso, que muitas vezes vemos como inimigo. Mas ele também é capaz de transformar coisas singelas em verdadeiras relíquias. 

Por fim, agradeço ao prof. Quatermass, que reconheceu o valor e providenciou a digitalização dessas raridades. Valeu. Ficaram com vontade de rever os Thunderbirds? Ficam então os links, inclusive de postagens neste blog. E o tradicional "videozinho". Saudações!


2 comentários:

Anônimo disse...

Cara, que sensacional. Eu tinha uma vaga, vaga, vaga lembrança disso, mas como eu era muuito pobre nem me passava pela cabeça participar de promos naquela época!!! SHOW!!

Taiguara disse...

Que legal, amigo ! Essas lembranças alimentam nossa alma, não é mesmo ? Abraço !

Related Posts with Thumbnails